Síndrome de abstinência

0

Síndrome de abstinência do cigarro

A síndrome de abstinência é uma das grandes preocupações de quem busca parar de fumar. Muitos dos meus pacientes que querem largar o cigarro me perguntam: “Dra, eu vou sofrer muito se parar de fumar? Vou ter abstinência?”. Todo mundo passa por isso ao largar o cigarro? Vamos conversar melhor sobre esse assunto:

Como funciona a síndrome de abstinência

Comum ao parar de fumar, a síndrome de abstinência é um dos grandes medos de quem busca largar o cigarro. Porém, ela não é uma regra. Nem todo mundo que está parando de fumar passa pela síndrome de abstinência. Algumas pessoas passam de uma forma mais intensa, e outras menos intensa.

Normalmente, o seu período de duração é, em média, de 2 semanas a contar da retirada do cigarro. A partir da segunda semana, seus sintomas já desaparecem, ou são mais toleráveis. Mas quais são esses sintomas e o que você pode fazer para não sofrer com eles?

O sintoma mais comum da síndrome de abstinência é irritabilidade. Ao parar de fumar, avise as pessoas próximas de você que você ficará um pouco chato por um período. Além disso, quando paramos de fumar, a circulação começa a melhorar melhorar imediatamente, fazendo com que apareçam tonturas leves. Isso faz parte da recuperação do seu organismo, e vai passar!

Parando de fumar, você também pode começar a tossir, ou aumentar a sua tosse. Esse é o mecanismo de “faxina” do seu pulmão, onde ele começa a eliminar todas as substâncias que estavam acumuladas. Com isso, a sua tosse pode aumentar.

Tenha em mente: esses sintomas são temporários. E você não precisa sofrer com a síndrome de abstinência, e eu posso te ajudar. No meu canal do Youtube, tenho muitos conteúdos para auxiliar na jornada contra o tabagismo. Clique aqui para acessar o conteúdo.

Vamos parar de fumar e trazer de volta a sua qualidade de vida?

Leave A Reply